Foto: Raphael Comitre
Metrô SP

ViaMobilidade vai contratar elaboração de projeto da Linha 5 até o Jardim Ângela

A expansão da Linha 5-Lilás do Metrô, a partir da estação Capão Redondo, em direção a estação Jardim Ângela, passando pela futura parada Comendador Sant’Anna, deve acrescentar ao eixo metroviário cerca de 130 mil passageiros.

De acordo com uma postagem do secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, nas redes sociais, “a ViaMobilidade, responsável pela Linha , deu a largada para a elaboração desse projeto que contempla duas novas estações, prolongamento de uma avenida, construção de um novo terminal e ciclovia”.

A operadora, segundo o site MetrôCPTM, contratará empresa para realizar projeto funcional da extensão do ramal com 4,3 km de extensão. O prazo de execução é de 24 meses.

Novos trens

Em um relatório divulgado pelo site do Metrô em 2019, a empresa estimava que seriam necessários o reforço de mais 11 trens para atender a nova configuração de deslocamento.

Promessa de 2011

Quando candidato ao Governo do Estado, João Doria prometeu leva o Metrô até Jardim Ângela. O anuncio foi feito em setembro de 2018, durante campanha em um clube às margens da represa Guarapiranga.

A extensão já tinha sido prometida em 2011 pelo então secretário Jurandir Fernandes. Em 2015, o sucessor de Jurandir, Clodoaldo Pelissioni, chegou a cogitar que a expansão poderia ficar a cargo da empresa privada que operaria a linha. Em 2018, o ramal lilás foi concedido à iniciativa privada, no entanto a extensão não foi inclusa como contrapartida da concessionária.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios