Foto: Raphael Comitre
Monotrilho

Licitação de obras do monotrilho até a Jacu Pêssego recebe 11 propostas

O Metrô de São Paulo, por meio de seu site, informou que 11 consórcios apresentaram propostas sobre a licitação do prolongamento da Linha 15-Prata do monotrilho, da estação Jardim Colonial até a futura estação Jacu Pêssego.

Apresentaram propostas os seguintes consórcios, em ordem de valores menores para os maiores: Paulista Linha 15 (Heleno & Fonseca, Paulitec e Nova Engevix) – R$ 319.088.110,83, Engibras e Eneplan – R$ 449.857.315,84, KPE, OAS e Phegassus – R$ 459.709.084,80, QG e MPO Soluções – R$ 461.022.933,00, Telar, Gros, Consbem e CCI – R$ 79.968.246,93, Expresso Tiradentes 3 (CLD, TMK e JB Construções) – R$ 489.899.000,00, Nova Linha 15 (Constran, Colares Linhares e Cetenco) – R$ 499.409.571,12, S/A Paulista e Benito Roggio – R$ 506.780.053,68, Ferreira Guedes e ADTrans – R$ 509.936.728,02, OECI e Oenger – R$ 518.197.019,42 e TTTP Linha 15 (Tiisa, Triunfo, TCE e Power China) – R$ 589.574.019,90.

A melhor proposta, portanto a com os valores mais baixos, é do Consórcio Paulista Linha 15, e agora o Metrô deve analisar os documentos para então declarar a vencedora. O prazo do contrato é de 46 meses após a assinatura.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios