Ônibus

As 5 maiores frotas de ônibus elétricos da América Latina

A adoção dos ônibus elétricos a bateria elevou a presença deste tipo de veículo na américa latina. A região conta atualmente com 2,3 mil e-buses, e este número também contempla os trólebus, presentes no Brasil. Os dados são do são do monitor E-bus Radar, desenvolvido pelo Labmob e da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Nos últimos cinco anos, os coletivos elétricos cresceram 216% na região. Do total, 910 são trólebus, 266 midi a bateria, 1127 convencionais a baterias e 3 articulados a baterias. A frota vai deixa de emitir neste ano cerca de 234 mil toneladas de CO2.

1 – Chile

O Chile conta hoje com 819 ônibus, e teve nos últimos anos um grande incremento na frota. De uma só vez, por exemplo, o país recebeu 150 veículos da BYD. Até 2040, o Chile só quer ter ônibus elétricos nas ruas.

2 – Colômbia

O país do BRT aparece em segundo lugar com 446 veículos. E este número deve crescer, sendo que as operadoras já fecharam pedidos para mil veículos.

3 – México

O México conta com 337 unidades, e deve crescer no ranking com a compra anunciada de 500 novos trólebus.

4 – Brasil

Foto: Renato Lobo

O Brasil aparece em quarto lugar com 350, sendo quase 300 formados por trólebus.

5 – Argentina

Trólebus Marcopolo

O país aparece na lanterninha da lista com 107 veículos.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios