Foto: Renato Lobo | Via Trolebus
VLT

Dois consórcios são habilitados para supervisão de obras do VLT da Baixada Santista

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU publicou nesta sexta-feira, 16 de abril de 2021, o resultado de propostas técnicas de uma concorrência pública acompanhamento e auditoria das construções do segundo trecho do Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT em Santos.

A empresa que será contratada também fará a fiscalização da implantação de acessibilidade de estações do trecho entre Barreiros e Porto.

O Consórcio VLT – Trecho 2, que teve a melhor classificcação, é composto pelas empresas Bureau Veritas do Brasil Sociedade Classificadora e Certificadora Ltda., Future ATP Serv. de Eng. Consultiva Ltda. e LBR Eng. e Consultoria Ltda. Já o Consórcio Pólux-Falcão Bauer-MMP é composto pelas empresas Pólux Eng. Ltda., L.A. Falcão Bauer Centro Tecnológico de Contr. da Qualidade Ltda. e MMP – Consultoria e Gerenc. de Empreend. Imobiliários Eireli. Um terceiro grupo acabou sendo desclassificado.

O Consórcio VLT Trecho 2 teve a melhor nota técnica, com 94 pontos, e em segundo lugar aparece o Consórcio Pólux-Falcão Bauer-MMP, com nota de 81,7 pontos.

A linha 2 do VLT vai da estação de transferência na avenida Conselheiro Nébias ao bairro do Valongo, terá oito quilômetros e 14 estações. Deve atender a uma demanda diária de 35 mil passageiros. O prazo de conclusão do projeto é de 30 meses.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios