Recordar é viver

Trens urbanos de passageiros já ligaram Santos até Cubatão

As cidades de Santos e Cubatão estão localizadas na Baixada Santista e já foram interligadas por meio de dois serviços de trens de passageiro.

A Cosipa – Companhia Siderúrgica Paulista foi fundada em 1953, um sonho de empreendedores paulistas. Após mais de dez anos em fase de preparação e projeto, a Usina foi inaugurada em 18 de dezembro de 1963 pelo presidente João Goulart. Teve dois grandes planos de expansão nos anos 70 e 80. Justamente nesta época era necessário um transporte de média capacidade para atender os trabalhadores da Usina.

A Siderúrgica então alugou em 1978 uma composição com uma locomotiva com quatro carros da Rede Ferroviária Federal S/A – RFFSA, à qual foram adicionados mais quatro em 1979. O trem húngaro chegou a transportar diariamente 1.640 funcionários da companhia, fazendo em uma hora o trajeto de ida e volta nos 19 quilômetros entre Santos e a usina, em Cubatão. No total, funcionou duas horas por dia em seis viagens – três pela manhã e três no final da tarde.

A Cosipa também chegou a usar o trem da Estrada de Ferro Santos-Jundiaí para transportar os trabalhadores entre a usina de Piaçagüera e o ABC paulista, entre os anos de 1982 e 1983. Era operador por uma litorina Budd com três carros, que chegava à usina por volta das 7:00 e retornava às 17:10, aproximadamente.

O serviço foi suprimido em 1992. O passageiro comum poderia utilizar do trem de subúrbio Santos-Piassagüera. O serviço operou entre os anos de 1962 e 1996.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A cidade de Cubatão planejava um pedido pra expandir o VLT de Santos até Cubatão aproveitando a área lindeira da ferrovia existente e também as estações existentes. Estações como a de Casqueiro poderia ser reconstruída integrado ao sistema de ônibus e servir o IFSP – Cubatão (antiga Escola Técnica Federal de Cubatão).

Publicidade

Anúncios