Metrô

São Francisco interrompe recebimento de trens da Bombardier por problema de confiabilidade

A Rapid Transit (Bart) operadora que serve parte da área da baía de São Francisco, na Califórnia, incluindo as cidades de São Francisco, Oakland, Berkeley, Daly City, Richmond, Fremont, Hayward, Walnut Creek e Concord, anunciou que interromperá temporariamente o recebimento de seus novos trens de metrô Fleet of the Future (FOTF) a partir de 8 de janeiro, para permitir que o fabricante, Bombardier, tenha tempo para resolver dois problemas de confiabilidade.

A gestora diz que um problema está relacionado ao software do sistema de controle automático do trem a bordo, que faz com que os novos carros parem rotineiramente durante o serviço, exigindo uma reinicialização completa e resultando em um atraso de cinco a dez minutos.

Em segundo lugar, quando os trens param em condições úmidas ou chuvosas, as rodas dos carros desenvolvem pontos planos que exigem sua retirada de serviço para que as rodas possam ser recapeadas.

A Bart diz ainda que embora nenhum dos problemas afete a segurança dos carros FOTF já em serviço, eles podem afetar a confiabilidade do serviço e a disponibilidade do carro. A operadora terá 290 carros FOTF em operação até 8 de janeiro, bem como 618 carros antigos que estão sendo eliminados.

Os primeiros veículos foram entregues na Califórnia em abril de 2016 e foram aprovados pela California Public Utilities Commission (CPUC) para operação de passageiros em janeiro de 2018.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios