Metrô SP

Onde surgiu a escada rolante? Veja a manutenção numa das maiores do Metrô de SP

A primeira escada rolante surgiu em Nova York, nos EUA, e era conhecida como elevador inclinado. Foi instalada no dia 16 de janeiro de 1893, no Old Iron Pier, em Coney Island.

Somente nas duas primeiras semanas de funcionamento, o equipamento transportou cerca de 75 mil pessoas. No Brasil, só começam a ser produzidas escadas rolantes em 1947 pela empresa Villares que, em 1951, assina um contrato com a prefeitura de São Paulo para fornecer escadas rolantes à Galeria Prestes Maia.

O Metrô de São Paulo conta com 597 escadas rolantes, contando com as linhas 1, 2, 3 e 15, e se agente empilhasse todas elas, chegaríamos a uma altura de 3792 metros de altura, maior que o Pico da Neblina no Amazonas. Este é o ponto mais alto do Brasil, que tem quase 3 mil metros.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

O equipamento mostrado no vídeo acima, que recebeu manutenção preventiva, ou seja, que tem como objetivo antever as falhas, deve completar 30 anos de operação, assim como a própria estação Consolação e a Linha 2-Verde, já que a parada faz parte do primeiro trecho inaugurado.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

O trabalho de análise era para avaliar as condições do sistema de segurança da escada. Por falar em segurança, essa é uma se não for a maior preocupação dos gestores de equipamentos públicos. A falta de manutenção adequada pode inclusive ocasionar acidentes graves. Em 2015, uma chinesa morreu após cair em um vão de um equipamento. Um fato semelhante ocorreu na Turquia em 2018, mas o homem que foi envolvido na ocorrência teve mais sorte, e apenas ferimentos leves. Já no Metrô de Roma, naquele mesmo ano, uma pane em uma escada rolante deixou ao menos 20 pessoas feridas, entre elas uma pessoa que ficou em estado grave e teve a perna amputada.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios