Monotrilho

Como será a ligação do monotrilho entre Vila Prudente e Ipiranga?

As obras de prolongamento do monotrilho da Linha 15-Prata após a estação Vila Prudente, em direção ao Ipiranga, para instalação de uma área de manobra, estão em curso. Os canteiros da Avenida Luiz Ignácio de Anhaia Mello já estão recebendo intervenções.

A partir do cruzamento com a Avenida Paes de Barros, os pilares que apoiam a viga trilho passarão a correr do lado direito da via, conforme imagem mostrada pelo canal iTechdrones no YouTube:

Reprodução: canal
iTechdrones

No trecho entre a Avenida Paes de Barros e a Rua Maria Dafré terá o chamado Track Switch, que nada mais que é o maquinário que permite a troca de via pelos trens. Na ferrovia é chamado de AMV –  Aparelho de mudança de via.

No trecho posterior, que ainda não está em obras, mas que está na fase do projeto executivo, o monotrilho deve correr à direita da avenida em direção a estação Ipiranga, permitindo a conexão da Linha 15 com a Linha 10-Turquesa da CPTM.

Foto: Metrô de São Paulo

Segundo o presidente do Metrô, Silvani Pereira, em uma reposta na rede social, nesta fase, de acordo com a Lei 8.666/93, os trabalhos estão no “conjunto dos elementos necessários e suficientes à execução completa da obra, de acordo com as normas pertinentes da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT.”

De acordo com o edital de licitação para o projeto básico, a via deve transpor uma área onde está instalada uma comunidade. Apesar de não estar claro qual será a área de desapropriação, já há uma preocupação por parte de alguns parlamentares sobre o destino de famílias com uma eventual desocupação.

A deputada estadual Márcia Lia, em uma publicação da Assembleia legislativa, disse que está trabalhando para dar encaminhamento às famílias “que serão despejadas pela continuidade das obras do monotrilho para extensão da Linha 15-Prata na Vila Prudente e no Ipiranga”.

Foto: As Vozes da Vila Prudente

Depois o monotrilho deve seguir margeando o Viaduto Grande São Paulo, cruzar a via férrea da Linha 10, e seguir paralela aos trilhos até atingir a nova estação Ipiranga:

Após ainda a nova estação, haverá um novo AMV (track switch) que será localizado depois da estação, iniciando-se logo após ultrapassar o Viaduto Pacheco E. Chaves. Prevê-se a possibilidade de estacionamento de 2
composições na sequência do AMV.

Estação Ipiranga | Foto: Renato Lobo

Prazos

O Metrô de São Paulo, de acordo com os últimos relatórios de empreendimento da empresa, trabalha para entregar a extensão para o transporte de passageiro em 2024.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios