VLT

Caf terá que fazer retrabalhos em VLT da França após rachaduras nas carrocerias

Após uma longa discussão, a fabricante Caf concordou em realizar retrabalhos em  uma frota de 19 Veículos Leves Sobre Trilhos – VLT fornecidos na cidade francesa de Besançon.

O material rodante com 23,6 metros de comprimento e três seções apresentou rachaduras nas carrocerias dos veículos de piso baixo, fato constatado em dezembro de 2017.

Cada veículo deve ficar um mês fora de serviço. Os funcionários da CAF da fábrica de Bagnères-de-Bigorre, no sudoeste da França, que construiu os VLTs, realizarão as obras em Besançon.

Outra questão levantada pela mídia local dá conta de que a cidade já previa um aumento no carregamento, com estações mais largas. A ideia era que o VLT fosse estendido de 12 para 36 metros.

Mas a CAF afirma que não pode estender os bondes e que a cidade não conseguiu encontrar outra empresa para fazer a obra.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios