Trens Regionais

CRRC e Temoinsa vão fabricar trens que correm a 160 km/h para a rota Santiago-Chillán

A estatal Chilean State Railways (EFE) selecionou o consórcio formado pela chinesa CRRC Sifang e a Temoinsa Chile como vencedor de um contrato de US$ 70 milhões para fornecimento de seis trens eletrodiesel bimodais com quatro carros. Os comboios estão programados para serem entregues em 2022, e devem entrar em serviço em 2023.

Os veículos vão operar com velocidades de 160 km/h, em uma linha com 12 estações parcialmente eletrificada, de 400 km de extensão entre a capital Santiago e Chillan, a capital da província de Nubre.

Os trens vão reduzir o tempo de viagem entre San Diego e Chillan de cinco horas para 3h 40min. Os tempos de viagem entre San Diego e Talca serão reduzidos em 33 minutos para 2h22min.

Os materiais rodantes serão capazes de operar continuamente por 1000 km sob tração a diesel, e apresentarão capacidade expandida e melhor espaço para bagagem em comparação com o material rodante mais antigo. Os trens oferecerão serviços de alimentação e entretenimento aos passageiros, espaços multimodais para cadeiras de rodas e banheiros.

A compra é um aditivo de um contrato anterior de US $ 77 milhões para 10 trens de três carros e três composições de dois carros concedido pela EFE à CRRC Sifang em outubro de 2018, que começou a ser entregue em março.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios