Foto: iTechdrones
Metrô SP

Escavações nas obras da Linha 2-Verde até a Penha podem começar neste ano

Os terrenos das obras da Linha 2-Verde do Metrô, entre a Vila Prudente e a Penha, estão sendo preparados, e as escavações dos poços podem começar ainda neste ano, segundo uma resposta do presidente da empresa, Silvani Pereira, nas redes sociais:

Entrega em fases

O prolongamento da linha terá mais 8 estações e 8,3 km de extensão. Atualmente o ramal liga a Vila Madalena até a Vila Prudente.

Outra informação que merece destaque, postada no Relatório de Empreendimentos – Julho/2020, no site da operadora, é que o trecho entre Vila Prudente e Vila Formosa deve entrar em operação antes do trecho entre Vila Formosa e Penha. O relatório aponta a abertura das estações no primeiro trecho em 2025, e no segundo em 2026.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

A informação não é necessariamente uma novidade, uma vez que o Secretário licenciado dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, havia informado em junho que a entrega seria fracionada.

As entregas nos dois trechos coincidem com o método construtivo da extensão. A tuneladora deve perfurar os túneis entre o estacionamento rapadura e a Vila Prudente, em um primeiro momento, e depois entre a Penha e de volta ao estacionamento de trens.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Quando muito, só acrexito em Vila Formosa e Anália Franco, onde já tem homens trabalhando. As outras, podem esquecer… Vou fotografar sempre e só vejo o Mato crescendo.

  • Com relação as duas máquinas tuneladoras “shield”, já adquiridas para a Linha-6, que está especificada em bitola de 1,43 m já em exposição em torno de quatro anos, que estão servindo de propaganda política não poderão ser utilizadas na Linha-2 Verde, quantos milhões custou cada uma, que eu saiba elas deveriam ser ajustáveis para bitolas 1,6 m uma vez que o diâmetro externo dos túneis é exatamente o mesmo, caso contrário como esta parecendo significa que não serviram para expansão de outras linhas como a Linha-2, e se terá que comprar outras como é o caso anunciado neste post, espero que isto não aconteça, pois assim sendo significara que não existe planejamento nenhum, ao contrário que prega aquele conhecido porta voz bajulador.

    As atitudes do gestores de não padronizar as linhas do Metrô em diversificar modulações como tipo de alimentações elétricas, bitola, promovendo bloqueios de composições e garagens, oficinas, acontece exatamente o oposto que a CPTM, no qual as composições tem livre penetração e que poderão trafegar não só em São Paulo como todas principais capitais do Brasil, tem levado a mais este grande prejuízo, por conta de uma economia não comprovada.

    O consórcio é responsável por abrir os túneis de vias duplas do projeto de 8 km, o não aproveitamento das ferramentas já adquiridas cuja serventia é somente para uso específico, após isto ela é descartável, o que demonstra o descaso que a administração tem com o dinheiro público.

    “Quando não se aprende com os erros do passado, corre-se o risco de repeti-los no presente”

Publicidade

Anúncios