Foto: Raphael Comitre
Monotrilho

Monotrilho da Linha 15-Prata teve aumento de 225% no fluxo de passageiros em agosto

Com a diminuição nos casos e mortes pelo novo coronavírus e a retomada gradual das atividades, os transportes coletivos vêm registrando mais passageiros. E nas linhas operadas pela Companhia do Metrô, o monotrilho da Linha 15-Prata registrou uma média de 52 mil passageiros por dia útil, contra 16 mil no mês de julho, representando uma alta de 225%.

Além do fator de flexibilização da quarentena, o crescente uso se dá pela novidade no atendimento, que passou a operar em horário integral em toda sua extensão em janeiro, mas com um hiato de três meses, após o rompimento de um pneu no final de fevereiro. Pedaços do equipamento chegaram a cair na avenida embaixo da via elevada.

Mas apesar do aumento, não é nem a metade do que o eixo de transporte que liga São Mateus e Vila Prudente chegou a transportar em fevereiro, antes da pandemia, quando a máxima diária chegou a 116 mil usuários. Em agosto, a máxima diária do transporte de passageiros ficou em 57 mil.

Foto: SP Sobre Trilhos |
@SPSobreTrilhos

Já a Linha 1-Azul [Jabaquara – Tucuruvi] registrou um aumento de 95% no fluxo de passageiros entre julho e agosto. Foram 553 mil de média diária de usuários no mês passado contra 284 no período anterior. A Linha 2-Verde [Vila Madalena – Vila Prudente] teve incremento de 87%, transportando 157 mil por dia útil em julho e 295 mil em agosto.

A Linha 3-Vermelha [Palmeiras–Barra Funda – Corinthians–Itaquera] continua sendo a mais cheia das linhas, mas teve pouco aumento, na ordem de 58%, passando de 386 mil em julho para 610 mil por dia em agosto.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios