Monotrilho

Subestação Iguatemi, que vai permitir mais trens na Linha 15-Prata, estará “logo” funcionando

O monotrilho da Linha 15-Prata conta com 27 trens disponíveis para operação, contando a frota operacional e reserva, e no futuro, o Metrô poderá adquirir mais 10 trens, dos 27 previstos para a chegada do meio de transporte na Cidade Tiradentes.

O incremento no número de composições poderá ser razoável com as duas extensões previstas, a oeste de Vila Prudente até Ipiranga, e a leste, de Jardim Colonial até Jacu-Pêssego, passando pela futura estação Boa Esperança.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

Mas para aumento no número de veículos, é preciso de mais autonomia no monotrilho no ponto de vista de energia. É ai que entra em cena a nova Subestação Iguatemi, e de acordo com o presidente do Metrô, Silvani Pereira, em suas redes sociais, “os painéis já estão passando por inspeção da nossa equipe é logo estarão em pleno funcionamento“.

“Em pauta pelo governo”

Em uma resposta a um usuário nas redes sociais em agosto, o presidente do Metrô disse que as duas extensões do monotrilho da Linha 15-Prata seguem “em pauta pelo governo e estão em fase de projeto”.

A extensão do monotrilho entre a Vila Prudente e a estação Ipiranga, em conexão com a Linha 10-Turquesa da CPTM, deve ter seus projetos recontratados neste semestre, segundo o site Metrô/CPTM.

Segundo a publicação, e-mails trocados com a empresa que realizaria o alteamento de linhas de transmissão, apontam que os projetos deverão ser recontratados neste semestre.

O projeto já havia sido anunciado no começo da década, mas acabou sendo deixado de lado depois que o governo estadual acabou focando nas obras que estavam em andamento, e atrasadas.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

Ainda neste ano, segundo fala de 2019

Em dezembro de 2019, o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, disse que em 2020 seria iniciada a extensão até a estação Ipiranga.

De acordo com o governador João Doria, até dezembro de 2022 as intervenções devem ser realizadas no segundo trecho entre as estações Jardim Colonial e Hospital Cidade Tiradentes.

As declarações foram dadas durante uma coletiva de imprensa na entrega das estações São Mateus, Fazenda da Juta e Sapopemba.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

600 mil passageiros por dia

De acordo com Baldy nesta coletiva, o trecho entre Ipiranga e Hospital Cidade Tiradentes deve atender a uma demanda de 600 mil passageiros por dia, ou seja, o dobro esperado para quando o monotrilho operar integralmente entre São Mateus e Vila Prudente. Quando totalmente pronta, a linha 15 contará com 26,6 km de extensão e 18 estações.

 

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios