Metrô SP

Quanto tempo dura o treinamento para operador no Metrô de São Paulo?

O Via Trolebus esteve no pátio Jabaquara para conferir como funciona o treinamento das operadoras ou operadores de trem no pátio Jabaquara. Confira vídeo acima.

Gildo Prado, Coordenador de tráfego do Metrô, explica que o setor é composto por mais de mil profissionais que conduzem os trens, sendo que os homens ainda predominam com 80% do público. No pátio Jabaquara, além da estocagem dos trens e manutenção, também é realizado os treinamentos para os profissionais, assim como sua reciclagem.

Pátio Jabaquara | Foto: Renato Lobo

Simulador

O equipamento fornecido pela empresa Lander, além de treinar os colaboradores para a operação, simulam eventuais falhas para que o profissional tome as melhores decisões. São ao todo dois postos de formação, além de um mini auditório para que outros funcionários assistam as simulações. Cada uma das linhas possui seus simuladores com suas respectivas frotas. O de Jabaquara, no entanto, conta com o da frota H, que já operou no eixo metroviário que liga o Jabaquara até o Tucuruvi.

De acordo com Gildo, há um plano de carreira na empresa, sendo que o trabalho inicial de novos funcionários é na estação. Depois de três anos, o colaborador pode se candidatar a vaga de operador de trem. O treinamento para virar “maquinista” demora cerca de quatro meses.

Após a bateria de testes, o operador pode conduzir o trem. Na verdade, trata-se na maioria das vezes de um monitoramento da composição. Em raras exceções, o colaborador conduz o trem “em manual”, e ainda sim pilota a composição a 20 km/h e com a autorização do centro de controle.

Já nos demais casos corriqueiros, um código de velocidade aparece no painel, e o trem se desloca. Por exemplo, no código 75, o trem corre a 75 km/h.

Gildo explica ainda que o operador precisa estar atento à plataforma, com um olho na maquina e outro nos passageiros.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios