CPTM

Possíveis novos operadores das Linhas 8 e 9 da CPTM reclamam de prazo de compra de trens

Os potenciais futuros operadores das Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, atualmente geridas pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, estariam preocupados com o tempo de aquisição da nova frota de trens, de acordo com uma publicação da Folha de São Paulo.

O cronograma de aquisição de 30 composições é de 12 meses após a assinatura do contrato, e segundo a publicação, investidores consideram muito curto na comparação com o tempo praticado historicamente na indústria de metrôs e ferrovias. O texto diz ainda que o cenário pode acabar restringindo a quantidade de competidores.

Já na parte do governo, segundo o texto, a avaliação é a de que o prazo curto vai evitar problemas jurídicos que poderiam atrasar o andamento nos órgãos de controle.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

8500 emprestados

Quinze composições da série 8500 serão emprestados para as linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, após a conclusão da concessão das duas ferrovias, de acordo com a minuta do edital, disponível no site da Secretaria dos Transportes Metropolitanos -STM.

Com o “jogo das cadeiras”, os 36 trens da série 8000 devem ser realocados para outras linhas, parte deles muito provavelmente para a 11-Coral, que atualmente conta com 35 “8500”, e que deve perder temporamente os 15.

Foto: Raphael Comitre

Também farão parte da frota da operadora todos os 40 trens da série 7000. Segundo ainda o documento, decorrido o prazo máximo de 30 meses da assinatura do contrato de concessão, a nova operadora deverá ter devolvido à CPTM os 15 trens da Série 8500 e 15 trens da Série 7000, ficando com os restantes 25.

A nova operadora terá que adquirir 30 novos trens, totalizando então 55 composições, além dos seis 5400 da extensão operacional da Linha 8, entre Itapevi e Amador Bueno.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios