Monotrilho

Índia cancela licitação de monotrilho internacional para fortalecer indústria nacional

A autoridade de desenvolvimento de transporte e infraestrutura de Mumbai cancelou o processo de licitação para o projeto, fabricação, fornecimento, teste e comissionamento de 10 carros de monotrilho, já que as duas propostas recebidas eram de fabricantes chineses. A autoridade da cidade agora planeja conceder o contrato a um fabricante nacional.

Em um comunicado à imprensa, a Autoridade de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Mumbai (MMRDA) disse que, na presente licitação, foram recebidas respostas de duas empresas – China Rail Road Corporation (CRRC) e Build Your Dream (BYD). Ambos os fabricantes chineses estavam “constantemente solicitando revisões nos termos e condições e critérios de elegibilidade”.

“Na atual situação econômica decorrente da covid-19 e em consonância com as várias políticas anunciadas pelo governo da Índia para incentivar os esquemas Make in India, foi decidido procurar um parceiro de tecnologia indiano para desenvolvimento e suporte a longo prazo”, diz um comunicado da autoridade.

A MMRDA não quer mais criar uma situação semelhante à Scomi (fabricante dos primeiros trens) quando precisar depender de fabricantes estrangeiros, mesmo para peças de reposição. Na situação em que as duas empresas chinesas estão exigindo alterações nas condições de licitação, a administração da MMRDA decidiu procurar parceiros de tecnologia na Índia.

Os dois países estão em um clima tenso, após trocaram acusações de que um havia violado a fronteira compartilhada do outro. Houve combates na fronteira do Himalaia entre os dois países, que culminaram na morte de pelo menos algumas dezenas de soldados indianos e feriram mais de 70. A China não divulgou números de vítimas de suas tropas.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios