Pátio Jabaquara | Foto: Renato Lobo
Greve Metrô SP

Greve do Metrô de São Paulo que ocorreria nesta quarta-feira (1º) é adiada

O sindicato dos metroviários decidiu por adiar a paralisação que estava prevista para esta quarta-feira, 1º de julho de 2020. Os representantes dos trabalhadores decidiram em assembleia pelo adiamento. A categoria afirma que o governo estadual quer cortar benefícios trabalhistas e congelamento de salários.

De acordo com um representante do sindicato, 2800 metroviários participaram da votação online. 92% votaram contra a proposta do Metrô e cerca de 79% dos trabalhadores decidiram por adiar a paralisação para o dia 8 de Julho, com assembleia marcada online para o dia 7. Os prestadores de serviços devem seguir com o movimento grevista, com coletes indicativos do estado de greve.

“Além da greve marcada, a categoria está realizando uma forte mobilização contra a retirada dos direitos históricos, com uso de coletes, adesivos e botons. A luta não é por aumento salarial, mas pela manutenção do Acordo Coletivo, dos direitos e do Plano de Saúde” –  diz a entidade em um comunicado.

Procurado pelo Via Trolebus, o Metrô não se manifestou sobre o assunto.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios