Metrô SP

O projeto da Linha 23 do Metrô, que interligaria a Zona Norte e o Metrô-anel

De 12,2 milhões de habitantes residentes na cidade de São Paulo, pelo menos um pouco mais de dois milhões moram na zona norte da capital.

A região, no entanto, possui algumas deficiências no transporte. É praticamente inexistente um meio de locomoção de alta capacidade que interligue seus bairros, e a conexão por ônibus tem problemas.

Um artigo do site Plamurb cita o fato da zona norte sempre ser esquecida nas projeções da futuras linhas de Metrô. A publicação lembra que a partir da Estação Luz e indo no sentido sul da cidade, são 15 estações. Dessas, 5 possuem integração com outras linhas: Luz (integração com a CPTM e Linha 4-Amarela), Sé (integração com a Linha 3-Vermelha), Paraíso e Ana Rosa (integração com a Linha 2-Verde) e Santa Cruz (integração com a Linha 5-Lilás). Já no sentido do Tucuruvi, nenhuma conexão e se quer um projeto a curto ou médio prazo.

Existe projeto

Mas, o Metrô já projetou uma nova conexão que contemplaria a região de forma perimetral. A chamada Linha 23, que é denominada magenta, ou limão ou então Arco-norte.

La em 2013, o governo estadual divulgou uma projeção onde era prevista a Linha 23. Basicamente o eixo metroviário sairia da Dutra, em Guarulhos, em conexão futura com as linhas 2-verde e 19-Celeste, cruzaria com a Linha 1 em Santana, passaria pela Casa Verde, cruzaria com a Linha 6 em Freguesia do Ó e terminaria na Lapa, em conexão com a Linha 20-Rosa (Lapa – ABC).

O Metrô Anel

A ideia era conectar a Linha 23, com a 20, que por sua vez no eixo entre a 5-Lilás e a 2-Verde, é conectado novamente com a linha 23, formando um “metrô-anel”.

A ideia era reduzir o trafego no centro expandido da capital paulista, além de ajudarem a reduzir o grande movimento das estações centrais, tais como Sé, Luz e Brás.

Em que pé está?

Em 2012, o Metrô chegou a licitar o projeto funcional para Linha 23, que antecede o projeto básico. Mas de lá para cá pouca coisa caminhou no sentido de previsão de obras.

Na verdade existem outras ligações ditas prioritárias, como as Linhas 19-Celeste (Bosque Maia – Anhangabaú) e 20-Rosa (Lapa – ABC). E vale lembrar que o governo estadual ainda tem obras em andamento, como a 2-Verde 4-Amarela, 15-Prata e 17-Ouro. O que podemos esperar é o aprofundamento dos estudos para a próxima década.

Em resumo, sem previsão de obras…

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios