Monotrilho

Cidades do mundo operam monotrilho “suspenso”

Algumas cidades do mundo contam com sistemas de monotrilho invertido, e o meio de transporte não é novo. O engenheiro britânico Henry Robinson Palmer (1795-1844) apresentou um pedido de patente para um sistema de trilho único suspenso puxado por cavalos em 1821 e construiu uma demonstração no Woolwich Arsenal , na Inglaterra , Reino Unido logo depois.

O pioneiro industrial, pensador e político alemão Friedrich Harkort construiu uma pista de demonstração do sistema Palmers em 1826, em Elberfeld, Alemanha, na época centro comercial da área industrial de Wupper Valley.

A primeira ferrovia suspensa foi aberta em Cheshunt , Inglaterra, Reino Unido, em 25 de junho de 1825, usando a patente de Palmer. Foi construído para transportar tijolos, mas como uma manobra de abertura, transportou passageiros.

A primeira linha regular de passageiros neste tipo de trem foi aberta em 1901, o sistema de Wuppertal. Funciona até hoje e transporta uma média de mais de 20 milhões de passageiros a cada ano.

Na mesma época, também foi projetado a Ferrovia suspensa de Dresden , uma ferrovia funicular, que foi inaugurada em 1901 e ainda está em operação.

Já na década de 80, o mundo viria a maior linha de trem suspenso, o Monotrilho Urbano de Chiba, no Japão, que começou a operar em 1988.

Mais duas ferrovias suspensas H-Bahn foram construídas na Alemanha em 1975, nos aeroportos de Dortmund e Düsseldorf . A Memphis Suspension Railway foi aberta nos Estados Unidos em 1982.

O Metro Skybus era um protótipo de ferrovia suspensa em Goa , na Índia . O sistema consistia em uma pista elevada com os carros suspensos abaixo da pista. Uma pista de teste de 1,6 km iniciou os testes em 2004, mas em 25 de setembro um funcionário foi morto e três ficaram feridos em um acidente. Em 2013, o meio de transporte foi desmontado.

A empresa estatal Chinesa CRRC Corporation apresentou o protótipo de seu primeiro Monotrilho Suspenso, projetado para linhas que serão construídas em “locais pitorescos”, segundo o comunicado da empresa, sem precisar de fato onde devem instalar os trens.

A Nanjing Puzhen Company Limited, filiado a CRRC, levou apenas quatro meses para projetar e construir os trens elevados. A composição é formada por dois carros e possui capacidade de mais de 200 passageiros. É alimentado por baterias a bordo que são recarregadas durante estações de paradas.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios