Estação Aeroporto Guarulhos da Linha 13-Jade | Foto: Renato Lobo
CPTM

Adiado o recebimento de proposta do People Mover, entre o Aeroporto de Guarulhos e a CPTM

O prazo para o recebimento de propostas para a ligação da Estação Aeroporto Guarulhos, na Linha 13-Jade da CPTM, até os terminais de embarque do Aeroporto de Guarulhos, foi postergado para dezembro, de acordo com informações da GRU Airport relatadas no jornal SP1, da TV Globo.

Os dois pontos serão interligados por um People Mover, uma espécie de monotrilho.

Trajeto people mover | Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Obras iriam começar em setembro

O prazo inicial de construção do sistema de transporte era esperado para setembro deste ano. Serão gastos R$ 175 milhões para construir o meio de transporte, bancados pela concessionária abatido da outorga do aeroporto que a concessionária paga pela concessão. Inicialmente era esperado que as construções fossem concluídas em 2021.

O meio de transporte terá 2,6 km de extensão, com paradas nos três terminais de passageiros, e capacidade de 2 mil passageiros/hora para cada sentido. Fará em cerca de seis minutos o trajeto total entre a Estação da CPTM e o Terminal 3 do Aeroporto.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Uma vez que o prolongamento que seria o correto no meu modo de entender da Linha 13-Jade esta descartado por uma grande falha de planejamento na concessão, e se tenha que escolher outra opção, e para se evitar o que ocorre hoje no terminal Vila Prudente em que as Linha 2-Verde possui terminação em topo com o monotrilho da linha 15-Prata, e que já esta sendo mudado sem possibilidade de integração e interpenetração.

    Por estas ponderações entendo que a opção de se utilizar um sistema que se assemelha ao utilizado pela Linha 13-Jade com trilhos em bitola de 1,6m que poderá ter terminações em topo na estação de transição com transbordo em linha nesta estação, além de se utilizar materiais padronizados, facilitando a manutenção sem dar exclusividade a um único fornecedor, algo que só quem trabalha em engenharia, e com custos em suprimentos e prazos sabe como isto é importante.

    Destas conclusões entendo que o modelo nacional “Aeromóvel” apresentado pela Coester / Siemens / Marcopolo seja o mais indicado, não significando que se tenha que adquirir deste fabricante.

Publicidade

Assuntos

Anúncios