CPTM

Um ano e meio depois de entregue, Linha 13 tem gargalos e transporta menos que o projetado

Inaugurada há quase um ano e meio, a Linha 13-Jade ainda transporta um número bem abaixo do projetado, e há menos de três meses de acabar o ano, não há sinais das obras do People Mover, onde sua construção é prometida para ser iniciada ainda em 2019.

Com capacidade de transportar mais de 100 mil usuários por dia, a Linha 13-Jade carrega hoje cerca de 14.800 mil passageiros diariamente, segundo informações da própria companhia ao Via Trolebus, e grande parte deste volume utiliza o serviço Connect, entre o Aeroporto e a estação Brás.

A ferrovia mais jovem da CPTM ainda tem alguns gargalos a serem vencidos. O mais notável e a distância entre a estação Aeroporto Guarulhos e os terminais de embarque, com mais de 1 km de distância. O usuário precisa utilizar um ônibus para acessar os três terminais.

People Mover

Em abril deste ano, o governo de São Paulo prometeu um sistema que interligaria a estação da CPTM e os três pontos de embarque do Aeroporto. Uma espécie de monotrilho terá 2,6 km de extensão, e capacidade de 2 mil passageiros/hora para cada sentido. Fará em cerca de seis minutos o trajeto total entre a Estação da CPTM e o Terminal 3. O meio de transporte é prometido para operar em maio de 2021, e teve suas obras prometidas para serem iniciadas ainda neste ano.

Mais viagens ao centro

Apesar do baixo volume transportado, a modernização das vias da Linha 12, onde uma licitação para os trabalhos estão em curso, poderá acrescentar novas viagens do serviço da Linha 13 entre Guarulhos e o centro de São Paulo, já que os intervalos no trecho que é compartilhado entre as duas linhas, poderá cair até 3 minutos.

Redução no intervalo

A CPTM diminuiu o intervalo de trens da Linha 13 – Jade fora da hora de pico nos dias úteis. Agora a espera é de 20 minutos em todo o horário comercial nestes dias.

Antes, somente nos horários de pico (das 4h às 9h e das 16h às 20h) o intervalo era de 20 minutos. Nos demais horários a espera era de 30 minutos.

Com esta mudança serão realizadas 101 viagens por dia – aumento de 25%. Aos sábados e domingos o intervalo continua de 30 minutos.

Novos trens

O primeiro novo trem da série 2500, comprado para prestar serviços junto com outras sete unidades, chegou em setembro, e atualmente passa por testes.

A previsão é que a composição passe a rodar na linha 13-Jade em dezembro.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Talvez se houvesse uma estação antes da CECAP cresceria o número de passageiros, aliás teve um tempo atrás teve um “boato” disso, mas depois não ouvir falar mais nada a a respeito

    • A linha na realidade tinha planos ambiciosos de chegar na Mooca e adentrar um pouco mais Guarulhos.
      Mesmo que essa expansão tenha se mostrado nas apresentações do governos nos últimos anos acho pouco provavel de ocorrer

  • Todo mundo só pensa no aeroporto essa ninguém fala que ela poderia servir mais pessoas se ela fosse até o terminal são João e pimentas todos preocupados só porque têm que pegar um ônibus de graça para ir aos terminais enquanto nos moradores de guarulhos nunca são beneficiados

    • Todo mundo preocupado com o Aeroporto enquanto há uma cidade de 1.300.000 habitantes sem qualquer plano estruturador do transporte público

  • Com capacidade de transportar mais de 100 mil usuários por dia, a Linha 13-Jade carrega hoje apenas cerca de 15 mil passageiros diariamente, significando que está ociosa, comprovando com isto que houve uma falha de planejamento, não levando em conta que existe uma demanda reprimida na região de Guarulhos, um dos maiores municípios do Brasil.

    Está licitação com a GRU Airport foi um contrato muito mal elaborado, a contrapartida que a empresa deu ao estado é praticamente nula, ai ficamos nessa de ser “refém” da mesma. Chega a ser absurdo os interesses de uma concessionária estarem acima dos interesses públicos por omissão e falha no contrato de concessão deste aeroporto do qual o locatário está mais preocupado com a exploração comercial e com o lucro que se pode obter com o aluguel para lojas e shoppings no local, do que o conforto dos usuários.

    Uma vez que existe este bloqueio contratual para conclusão da linha 13-Jade que comprovadamente seria tecnicamente a mais correta solução, entendo ser a solução de um VLT elevado utilizando trilhos e chaveamentos em bitola semelhante ao da Linha-3 Jade de 1,6m, com a saída em topo para facilitar uma futura interpenetração, para se evitar o tumulto que ocorre hoje na estação Vila Prudente desta forma fica facilitada a mudança de modal quando chegasse ao final desta concessão, uma das clausulas de negociação para renovação seria o fim deste inconveniente e desconfortável transbordo desnecessário com a linha Linha-3 Jade chegando até o terminal.

Publicidade

Assuntos

Anúncios