Metrô SP

Chineses podem comprar consórcio responsável pela Linha 6

De acordo com reportagem do jornal Estadão, deste sábado, 19, a chinesa CR20, subsidiária da China Railway Construction Corporation (CRCC), foi escolhida pela concessionária Move SP, para comprar  a concessão da Linha 6 – Laranja, que ligará a estação São Joaquim, da linha 1 – azul,  estação Brasilândia, na zona norte.

Havia mais 2 empresas no páreo, porém a proposta chinesa foi considerada a mais vantajosa.

As obras da Linha 6 estão paradas desde 2016, 1 após o início delas. O consórcio Move SP é formado por empreasas envolvidas na Lava Jato e não conseguiu financiamentos para tocar a obra.

O jornal Estado informoque uma fonte próxima disse que a CR20 apresentou uma proposta vinculante no início da semana. A resposta veio em seguida, por meio de uma carta enviada à companhia chinesa, informando que a proposta havia sido aceita, mas com algumas condições que precisavam ser validadas. Até ontem a chinesa não havia respondido.

Uuma reunião terria ocorrida na última quarta-feira com o governador de São Paulo, João Doria, o secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, o secretário da Fazenda, Henrique Meireles, e os acionistas da concessionária Move São Paulo para discutir a compra dos chineses. Há uma preocupação com o cronograma para não ultrapassar a data da caducidade da concessão que vence em novembro, depois de adiada de agosto por 3 meses.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!