TAV

China se prepara para abrir 14 linhas de alta velocidade

Com previsão de uma malha de 38 mil km de vias para trens de alta velocidades na próxima década, a China faz testes com composições para abrir 14 novas rotas, sendo que o próximo lote de frequências deve transportar passageiros antes do final do ano.

Atualmente há testes em diversos pontos, como em uma ferrovia de 139 km entre Lunan e Qufu East e Linyi North. A linha tem oito estações e uma velocidade máxima de 350 km/h e reduzirá o tempo de viagem de Linyi para Pequim de 10 horas para 3 horas.

Outros testes ocorrem na linha Lunan com 494 km de extensão, compreendendo uma seção de 102 km de Linyi North a Rizhao Kuishan, uma extensão de 163 km de Qufu East a Hezedong e mais uma eixo de 90 km até Lankao.

Entre os novos eixos de transporte, também é destacado a ferrovia Zhangchang – Changzhou, que reduzirá o tempo de viagem de Changsha a Zhangjiajie, para cerca de 3 horas. Liga Chongqing Lijiang no oeste a Changde em Hunan no leste e passa por Enshi, Xiangxi e Zhangjiajie. A linha possui 100 túneis, dos quais mais de 90% estão localizados nas montanhas Wuling. A ferrovia conta com 187 pontes e seus trens podem chegar até 200 km/h.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!