Ônibus

Para garantir climatização, Justiça determina intervenção em empresas de ônibus do Rio

A justiça do Rio determinou a intervenção parcial no contrato de concessão dos ônibus urbanos da cidade. A medida foi por meio da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que determina a ação por parte da Prefeitura.

A decisão tem como objeto garantir a climatização dos veículos, além de um melhor controle e da eficiência no planejamento e gestão.

Omissão

De acordo com o despacho “o município do Rio vem adotando postura marcada pela omissão e pela leniência no trato da questão. O juízo destacou que a falta de ação concreta tem contribuído para que sucessivos adiamentos das metas ocorram, causando prejuízo à população”.

O prazo para que toda a frota da cidade tenha ar condicionado já se esgotou algumas vezes. O assunto inclusive já foi alvo de recursos por parte do Ministério Público.

Melhor gestão

A intervenção parcial ainda quer melhorias na eficiência no planejamento e gestão dos serviços das operadoras. O interventor nomeado terá acesso aos dados relativos às receitas e despesas.

Atualmente a cidade conta com 36 empresas e os consórcios Intersul, Internorte, Transcarioca e Santa Cruz.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!