CPTM

CPTM implanta mais um horário do Expresso Linha 10

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM vai aumentar o número de viagem do Expresso Linha 10, tendo mais um atendimento a partir das 20h.

O serviço adicional deve começar a partir da próxima segunda-feira, 12 de agosto, e funcionará de segunda a sexta-feira.

O Expresso tem viagens entre as estações Tamanduateí e Prefeito Celso Daniel-Santo André, com parada só em São Caetano.

Pela manhã, são realizadas oito viagens entre 6h e 9h30. No período da tarde, serão nove, das 16h às 20h. Pela manhã, as composições partem da Estação Santo André, param na Estação São Caetano e encerram a viagem na Estação Tamanduateí, onde há integração gratuita com a Linha 2-Verde do Metrô. Já no fim da tarde, os trens fazem o trajeto inverso.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    • É na verdade é semi-expresso e suas paradas são para atender cada região. Só acho que o expresso deveria sair da luz e ter paradas em Tamanduateí, São Caetano, Santo André e finalizar em Mauá e vice-versa. De Santo André para Rio Grande da Serra, creio que o fluxo seja muito menor.
      Os intervalos é por que não deve ter trem suficiente e lembrando que passa os trens de carga por ali também.
      E o semi-expresso funciona dessa forma, pois no horário de pico de manhã o maior fluxo é para o centro de São Paulo e no período da tarde é voltando. Por isso não há semi-expresso na volta.

      • Cara,concordo com você,o trem expresso deveria atender mais estações e deveria ser como os serviços expressos no Japão,no caso do trem de carga,o governo deveria liberar as operadoras de trens de carga de construir uma linha com tal finalidade,fora que isso também ajudaria a tirar algumas empresas do setor central e espalhar a expansão de emprego no interior,fazendo assim a diminuição de usuários do sistema que já está sobrecarregado, só acho que o governo ainda não entendeu,mas uma criança da primeira série entende

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!