Ônibus

Paris vai testar ônibus da hidrogênio produzido pela Solaris

A Régie Autonome des Transports Parisiens ou RATP, empresa responsável pelos transportes públicos em Paris e nos seus arredores, testará um ônibus de célula de combustível a hidrogênio no próximo ano, depois de assinar um acordo com o fabricante Solaris.

A operadora testará um protótipo durante um período de 10 semanas entre abril e junho como parte de um projeto para ter uma frota de emissão zero até 2025.

A fabricante estreou o hidrogênio Urbino 12 na exposição UITP em Estocolmo. Dois motores elétricos de 125 kW são alimentados por células de combustível de 60 kW, que por sua vez são alimentadas por hidrogênio armazenado em tanques Tipo IV a uma pressão de 35,5 MPa.

Os cinco tanques montados no teto têm uma capacidade total de hidrogênio de 36,8 kg, que, segundo a Solaris, permite que o ônibus funcione por até 350 km antes de precisar reabastecer. O calor residual das células de combustível é usado para aquecer o interior através de uma bomba de calor de CO 2.

O veículo também é equipado com uma pequena bateria de tração Solaris High Power para auxiliar em momentos de alta demanda de energia. A bateria armazena energia da frenagem regenerativa e do hidrogênio, e também pode ser carregada através do carregamento tradicional na garagem.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios