Metrô SP

Operação na Linha 5-Lilás do Metrô poderá ser feita sem condutor

A operação de trens na Linha 5-Lilás, do Metrô de São Paulo, gerida pela ViaMobilidade, poderá ser feita por meio do sistema driverless, ou seja, trens sem condutores. Mas para a mudança de tecnologia, ainda faltam intervenções por parte do governo estadual, como a conclusão de implantação das portas de plataforma.

A informação constava no site da concessionária, na página “investimentos“, no entanto, após questionamentos do Via Trolebus, a informação foi retirada do ar:

Site antes da mudança, que constava a implantação do driverless

Já a ViaMobilidade informou ao Via Trolebus que o tema será discutido após a instalação dos equipamentos, fundamentais para operação dos trens automáticos:

“A implantação do sistema driverless está condicionada à instalação das portas de plataforma, sob responsabilidade do Poder Concedente. Assuntos relacionados a esse tema serão tratados após a conclusão das obras”, disse a operadora em nota.

Atualmente a operação sem condutores à frente do veículo é feita na Linha 4-Amarela e 15-Prata, e futuramente, composições vão rodar sem a presença de um agente nestas condições na Linha 17-Ouro. Neste sistemas há a presença de um funcionário, mas com uma função mais abrangente.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!

Cadastre-se em nossa newsletter!