Metrô

Maior operadora de trens Japonesa estuda retirar maquinistas

Terça-feira – 00h20

A operadora japonesa East Japan Railway, a maior empresa deste tipo no mundo, criou uma comissão para desenvolver planos de operação driverless, sem a presença de condutor em seus trens. A empresa diz que inicialmente as composições funcionariam com um supervisor a bordo capaz de intervir no caso de uma emergência, mas a longo prazo a operação autônoma seria instituída.

A operadora prevê que os trabalhos sem o operador poderiam ajudar a mitigar a escassez de pessoal decorrente do envelhecimento da mão de obras, e também contribuiria na redução de custos nas linhas rurais deficitárias.

Para as mudanças serão necessários o desenvolvimento de detectores de obstáculos, bem como a instalação de barreiras físicas e portas de plataforma nas estações. Devem ser feitas também mudanças legais na legislação japonesa.

Os testes iniciais poderão ser feitos na Linha Yamanote em Tóquio, que não compartilha a via com outros serviços.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios