Mobilidade Urbana

Doria diz ser contra proposta de novo imposto para Metrô

O pré-candidato ao Governo de São Paulo, João Doria, disse ser contra a proposta do governador Márcio França de uma espécie de imposto aos moradores e comerciantes da região da linha 18 – bronze para que a linha possa sair do papel (leia aqui).

É uma absurdo imaginar mais taxa, mais imposto para o cidadão pagar. As pessoas que têm propriedades em torno das obras do Metrô sofrem anos com poeira, com ruído, com barulho, com circunstâncias que mudam o trânsito. São penalizadas por até uma décadas. E quando a obra fica pronta ainda terá que pagar uma taxa?! Vai pagar mais caro porque mora em frente a uma linha de Metrô. Ora, Márcio França, vamos ter ideias melhores, que não penalizem a população”, afirmou Doria.

O ex-prefeito de São Paulo disse que quer buscar parcerias com o setor privado para destravar as obras porém a linha 18 já é uma obra onde o setor privado irá construir e operar a linha e não sai do papel.

Outro exemplo, onde a parceria com a inicitaiva privada também não gerou resultados ,é a construção da linha 6 – laranja, do Metrô, que o consórcio Move SP decidiu cancelar o contrato e as obras seguem paradas.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios