Foto: Sergio Mazzi
Monotrilho

Metrô comenta sobre chegada da Linha 17 a Diadema

Com as obras em rimo lento, a construção da linha 17 – ouro, do Metrô, ainda está em obras na primeira fase, que liga a estação Morumbi, da CPTM, ao Aeroporto de Congonhas. No projeto, ainda haverá mais 2 fases, expandindo ambas as pontas. Uma chegando até a estação São Paulo – Morumbi, da linha 4 –amarela, e a outra chegando a estação Jabaquara, da linha 1 – azul.

 

Se provavelmente não veremos as outras 2 fases em obras tão vedo, quem dirá uma quarta.

 

Reportagem do “Repórter Diário” questionou o diretor de Engenharia e Construções do Metrô, Paulo Meca, sobre a chegada da linha 17 a Diadema em uma possível quarta fase.

 

“Não tem nenhum estudo nesse momento para sequência da Linha 17 até Diadema. A gente já tem uma boa extensão para cuidar ainda. Se no futuro efetivamente o ramal atingir para onde está programado, quem sabe poderemos discutir essa extensão”, pontuou.

 

O artigo lembra que, na campanha de 2014, a então candidate a deputada estadual, Regina Gonçalves, prometeu em campanha o metrô até Diadema. “É realidade! Diadema terá Metrô!” foi uma das frases usadas em imagens nas redes sociais da verde. A proposta de extensão da Linha 17 também esteve presente em banners e cavaletes na ocasião.

 

Fonte: Repórter Diário

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Esta é mais uma das múltiplas lambanças destes 25 anos de PSDB, estes governantes são os das infindáveis obras incompletas como a Linha 15-Prata que era para estar concluída em 2014 e até hoje 2019 não chegou até a metade! , e esta insensatez de se colocar a estação a 1,3 km de distância do desembarque da Linha 13-Jade demonstra mais um despreparo e irresponsabilidade. Já estamos em 2019, e nada de túnel e nem ponte Santos Guarujá que deveria incluir também espaço para uma linha de VLT – “Veiculo leve sobre trilhos”, e novamente é adiado o início da expansão da linha 2-Verde do metrô até Guarulhos, e não deve ter sua extensão concluída até 2021 se dependermos destes atuais governantes federais, estaduais e municipais, devemos conviver com isto, pois afinal o papel aceita tudo!!!

    De qualquer forma a extensão da Linha 2-Verde continua sendo a melhor opção do que quaisquer outras que é a de se utilizar as linhas 13 Jade ou 12-Safira congestionadas da CPTM ou os imprevisíveis Monotrilhos.
    Na região do ABC, informou que a linha 10-Turquesa iria retornar na Estação da Luz, com a inauguração das Estações do Bom Retiro e Parque da Mooca ainda em 2016 pelo seu antecessor, e a expansão da linha 2-Verde do metrô até Guarulhos, e não deve ter sua extensão concluída até 2022 se dependermos destes atuais governantes federais estaduais e municipais, portanto nenhuma coisa e nem outra.

    Aqui na baixada o governo do PSDB, previu uma ligação inicialmente elevada entre Santos e Guarujá, depois mudou para um uma ligação em túnel com um possível espaço para o VLT, hoje só existe um totem demarcativo!

    No Brasil não existe uma lei semelhante a das Responsabilidades Fiscais (mais conhecida como “Pedaladas fiscais”), que pune o governante que gasta mais do que arrecada, ou que repassa para o seu sucessor as dívidas contraídas no seu período de mandato, e que burla a lei, por este motivo não acontece punição alguma para quem promete nas campanhas eleitorais e não as cumpre, pois isto não é considerado crime.

    O resultado disto são inumeráveis obras incompletas e um infindável festival de compromissos não cumpridos, e os responsáveis imputados.

Publicidade

Anúncios