Monotrilho

Descartada mudança para BRT na Linha 18

O governo do Estado de São Paulo descartou a proposta do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, formado por prefeitos da região, para que a linha 18 – bronze (Tamanduateí-Djalma Dutra), que será por monotrilho, virasse BRT.

 

Em nota, a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos informa que a mudança de modal não consta na PPP (Parceria Público-Privada) com a VemABC, firmada em agosto de 2014.

 

A concessionária VemABC, que construirá e operará a linha, diz que a decisão de mudar o modal é do Governo do Estado mas reforça que o contrato assinado não abre essa brecha.

 

Para o diretor de Engenharia e Construções do Metrô, Paulo Meca, a alteração para o BRT traria maior impacto ambiental e classificou a ideia como “judiação” por parte do Consórcio Intermunicipal. “A Linha 15 (Prata do Metrô, também em formato de monotrilho), nasceu no lugar do que seria o Expresso Tiradentes, sistema de ônibus que colaboraria na emissão de CO2 (dióxido de carbono) e que não teria a mesma capacidade de transporte do monotrilho. Então o ABC merece coisa melhor”, aponta.

 

 

Quem também comentou a respeito foi o vice-presidente da Brasell, empresa sócia da Scomi no Brasil, Halan Moreira. A Scomi fabricará os 32 monotrilhos para a linha 18. “Seria necessário fazer tudo de novo (licitação e contrato) e demoraria mais tempo. E as dificuldades que ocorrem no ABC (devido às burocracias na disponibilização de verbas) é de todo o Brasil”, pontua.

 

Fonte: Reporter Diario

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios