SPTrans

Avelleda prevê remuneração das operadoras de acordo com serviço prestado

Em entrevista ao Brasil Urgente, comendada pelo apresentador José Luis Datena, o prefeito de São Paulo João Doria, e o Secretário Municipal dos Transportes e Mobilidade, Sergio Avelleda, falaram sobre a licitação dos serviços de ônibus, que deve ser realizada nesta gestão.

Nas palavras de Doria, o processo de licitação deve ser reanalisado, otimizado para melhor atender ao público.

O prefeito elogiou seu antecessor, Fernando Haddad, em postergar o processo. “Foi prudente o prefeito Haddad. Ter feito antes seria ruim”, afirmou Doria.

Já o Secretário dos Transportes disse que a remuneração das operadoras pode variar de acordo com o serviço prestado.

“São Paulo tem o maior sistema do mundo. Nenhuma cidade tem tanto ônibus como São Paulo. Os pressupostos para nova licitação é eficiência e qualidade. Vai ganhar mais quem prestar melhor serviço, inclusive com pesquisa, avaliação da população. Será penalizado quem não prestar serviço de qualidade”, disse Sergio Avelleda.

Este tipo de avaliação já era prevista no edital lançado pela gestão passada. Hoje a remuneração é exclusivamente por passageiro transportado.

No edital antigo, era previsto que 50% do dinheiro recebido pelas empresas seriam por passageiro transportado. A outra metade levaria em conta critérios relacionados à operação e investimento, sendo que 25% por cumprimento de partida, 15% pelos investimentos realizados e 10% pela oferta de veículos exigida, levando em conta também pesquisas de satisfação do passageiro.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios