Metrô SP

Governo de SP estuda “vender” obras da Linha 6

O governo do Estado de São Paulo analisa retirar da construção da Linha 6-Laranja do metrô, a responsabilidade de empresas envolvidas na Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

“Estamos vendo se a obra pode ser vendida. Se o consórcio pode ser vendido. Outras soluções para que a gente possa retomar essa obra importante”, afirmou o secretários dos Transportes Metropolitanos, “Infelizmente, as empresas não estão conseguindo financiamento do BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social] por questões reputacionais, como diz o BNDES.” – afirmou Pelissioni.

As obras da linha 6 estão paradas desde setembro. A previsão inicial era abrir as estações em 2020. O Consórcio Move São Paulo foi contratado para construir e operar a linha.

É formado pela Odebrecht, com 19,6% do controle acionário; a Queiroz Galvão, com também 19,6%; e a UTC, com 13,1%. O Fundo de Investimentos e Participações Eco Realty têm 47,7% da concessionária.

 

 

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios