Estação Sé: Foto: Renato Lobo
Metrô SP

Governo Paulista prevê 46,9 km de novas linhas de Metrô até 2021

A previsão da Secretária dos Transportes Metropolitanos é que a rede metroviária de São Paulo tenha um acréscimo de 46,9 km até 2021. A declaração foi dada em reportagem do Jornal “O Estado de São Paulo“, onde o texto relata que em 2000, o então governador Mário Covas (PSDB) previa construir 173,4 km de trilhos e mais 52,2 km de monotrilho até 2020, quando a malha chegaria aos 284 km de extensão.

Este plano previa, por exemplo, linhas que acabaram por ser abortadas, como a Linha 8-Rosa (Raposo Tavares-Vila Guilherme) e o da Linha 23-Preta (Pari-São Miguel).

“Somando o que já foi feito com o que está em andamento e previsto para ser a entregue antes de 2025, serão totalizados 67,7 km de novas linhas dos 110 km previstos (61,5%), com a possibilidade de novas obras serem iniciadas e concluídas nestes próximos 10 anos”, afirma a pasta em nota ao jornal.

No entanto, o ritmo de projeção nem sempre acompanha o cronograma das obras. Na semana passada a Concessionaria responsável pelas obras da Linha 6-Laranja anunciou paralisação das construções por dificuldade de financiamento. A linha 4-Amarela também teve problemas, após um desentendimento entre o Metrô e a construtura, que culminou em rescisão de contrato, e nova licitação. Os dois monotrilhos em obras [15-Prata e 17-Ouro], também tiveram problemas e prazos postergados.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios