Segurança Viária

Quem revogar limites de velocidade será culpado por mortes, diz Haddad

Foi a vez do Prefeito Fernando Haddad conceder entrevista a uma série promovida pelo grupo Bandeirantes, com conversas com todos os pré-candidatos à prefeitura de São Paulo. Um dos temas abordados foi a questão da segurança viária, e o prefeito contestou as promessas de Marta Suplicy e João Dória de revogar os limites de velocidade das marginais Pinheiros e Tietê.

“Se eles fizerem isso, o Ministério Público vai entrar com uma ação de homicídio culposo (quando não há intenção de matar), por causa das mortes que vão acontecer”, afirmou o petista.

Segundo medições da Companhia de Engenharia de Trafego, na comparação entre 2014 e 2015, a redução de mortes nestas vias foi na ordem de 32,8% (relembre aqui).

Industria da Multa

O prefeito afirmou ainda que a maior parte dos condutores não é multado. “Um dado que é omitido é que apenas 5% dos motoristas respondem por metade das multas. Já cerca de 70% dos condutores não infringiram a lei ano passado”, explicou.

Haddad ainda fala que o valor arrecadado é ínfimo, perto do que a cidade levanta em recursos. “As multas representam menos de 2% das arrecadações da prefeitura. Para um orçamento de R$ 50 bilhões, alguém vai fechar a conta com multa?”.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios