CPTM

Expansão da Linha 9 segue em “ritmo inferior ao previsto”

Anunciada em 2010 no programa de governo de Geraldo Alckmin, as obras de extensão da Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM entre Grajaú e Varginha, na Zona Sul de São Paulo, seguem em “ritmo inferior ao previsto”, de acordo com Relatório de Administração da empresa no ano de 2015.

Segundo a publicação, atraso em verbas oriundas do Programa de Aceleração do Crescimento – Pac, seria o principal responsável. O Estado aguarda cerca de R$ 500 milhões para as obras.

Por outro lado, o Governo Federal diz que faz “todas as exigências previstas na legislação”, antes da liberação de recursos, “a fim de que as obras sejam executadas da melhor forma e no menor tempo possível”, segundo comunicado em janeiro deste ano.

Ritmo das construções

Segundo a CPTM, pelo menos no ano de 2015 as construções estiveram “sendo conduzidas com recursos do Governo do Estado”. O documento ainda aponta que “estão em andamento as obras das estações Mendes – Vila Natal e Varginha, dos viadutos ferroviários e da passarela Pinheiro Chagas, além da via permanente”.

O documento aponta ainda que as obras fecharam o ano passado em 25,62% de conclusão, referente ao Lote 1 entre Grajaú e Mendes/Vila Natal e no Lote 2, em 33,88% de conclusão, entre Mendes/Vila Natal e Estação e Pátio Varginha.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios