VLT

Rio de Janeiro apresenta primeiro VLT

Imagens: Prefeitura do Rio de Janeiro

No último domingo foi apresentado no Rio de Janeiro o primeiro dos 32 VLTs que vão rodar na cidade em uma linha que esta sendo construída com 28 quilômetros, com previsão de circulação em abril de 2016.

O sistema será o primeiro do país com validação voluntária, ou seja, sem catracas e cobradores. Os passageiros deverão efetuar o pagamento de tarifa espontaneamente, e fiscais devem conferir os bilhetes.

“As pessoas têm que entender que se elas derem o trambique e não pagarem, quem pagará é a própria população, porque a prefeitura terá de arcar com essa conta. Culturas que são importantes mudarmos no Brasil”, disse o prefeito Eduardo Paes.

O veículo foi produzido pela Alstom, e possuí capacidade para 420 pessoas. Os VLTs não possuem catenária, e são alimentados por um sistema que fornece energia no solo.

O projeto vai custar aos cofres públicos R$ 1,157 bilhão, sendo R$ 532 milhões de recursos federais do Programa de Aceleração do Crescimento da Modalidade (PAC 2) e R$ 625 milhões viabilizados por meio de Parceria Público-Privada (PPP) da prefeitura. O serviço será terceirizado por meio de concessão, com prazo de 25 anos.

rio2

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios