Metrô SP

Perfil do Twitter ajuda a compartilhar informações do Metrô

Reportagem da rádio bandeirantes destacou o trabalho do coletivo “Usuários Metrô SP“, uma conta no twitter que reúne mais de 60 mil seguidores, e que em tempo real informa o status das linhas metroviárias na capital paulista.

O criador da conta, Adilson Silva, diz que os assuntos mais comentados são as falhas e a superlotação do sistema. A reportagem menciona que rede de 78 quilômetros, na média cresceu menos de 2 quilômetros por ano, e compara com redes metroviárias maiores, em países vizinhos, como da Cidade do México e de Santiago, no Chile. O texto, porém, ignora os 130 km de trilhos da CPTM que também prestam serviços dentro da cidade de São Paulo, e que em algumas linhas possuem intervalos em média de 4 minutos.

A reportagem também relata projetos do Metrô como tentativa de reduzir a superlotação, como a troca do sistema de sinalização, o CBTC, que esta em testes. De acordo com o diretor de operações do Metrô, Mário Fioratti, a mudança de equipamento é uma tendência mundial. Fiorati não da prazos para conclusão dos trabalhos.

A reportagem menciona ainda que campanhas e iniciativas premiadas foram copiadas em sistemas do exterior, e que o Metrô de São Paulo foi eleito pela The Metros Awards o sétimo melhor do mundo e o primeiro da América do Sul.

Ouça a reportagem

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios