Greve

Greve de ônibus em São Paulo: Haddad pede cautela

Motoristas e cobradores de ônibus do chamado sistema local ameaçam parar as atividades na próxima sexta-feira (17). Os ex-cooperados, que agora fazem parte de empresas dizem que não recebem o mesmo tipo de benefício dos trabalhadores das viações do sistema estrutural.

As cooperativas tiveram mudar o regime de funcionamento para cumprir recomendações vindas de uma auditoria feita no ano passado. O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, disse que é preciso ter cuidado nesta fase de licitação dos transportes:

“Toda transição enseja um cuidado, mas exige também responsabilidade das partes envolvidas. O que está em jogo é o direito dos trabalhadores ao transporte público, que é um serviço essencial. Temos que tomar cuidado nessa transição para encaminharmos da melhor maneira possível”, afirmou.

Se a greve ocorrer de fato, a maior parte das linhas afetadas serão as que circulam nos bairros.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios