Monotrilho

Por que o Monotrilho da Linha 15-Prata ainda opera em horário restrito?

wpid-wp-1409446106264.jpeg

Seis meses após sua inauguração, o monotrilho da Linha 15-Prata ainda não opera integralmente como as demais do sistema metroferroviário. A estimativa inicial é que neste mês a operação da linha seria ampliada.

O Jornal “O Estado de São Paulo” divulgou um vídeo que mostra a operação do monotrilho:

A reportagem afirma ter ido ao monotrilho para “entender o que esta acontecendo”. Diz ainda que o Metrô não explica porque que a linha não esta aberta em período integral. Porém, existe sim a explicação, que já inclusive foi relatada em outras reportagens.

Entenda

A Linha 15 é a primeira a operar com o sistema monotrilho. A tecnologia empregada no sistema de sinalização é o CBTC (Communication-Based Train Control). Os trens não possuem operadores a bordo, assim como na Linha 4-Amarela. O aparato tecnológico foi adquirido da Bombardier, que acompanha os testes juntos com os técnicos do Metrô.

Para operar em horário integral, o sistema precisa receber uma validação após um certo número de horas-teste. Ou seja, enquanto o Metrô não obter este “certificado” não é possível a abertura full time. O processo é muito mais técnico do que politico e envolve segurança dos passageiros.

De acordo com a reportagem, as 17 estações restantes serão entregues em 2016.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios