SPTrans

Haddad quer retirar cobradores dos novos corredores

A gestão Haddad quer retirar os cobradores de ônibus das linhas que irão circular pelos futures corredores da cidade.

A justificativa seria que como os futuros corredores serão BRTs, onde a cobrança da passagem é feita antes do embarque, não há motivo para que haja cobrador nos ônibus.

A media ganhou força nesta semana, após votação na Câmara dos Vereadores monde foi aprovado o projeto que as empresas de ônibus podem retirar os cobradores das linhas. O projeto foi para a sanção do prefeito Fernando Haddad. Os cobradores tem um custo em volta de 15% do sistema.

O secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, disse que não vai acabar com a profissão. “Considero que é importante ter o cobrador no sistema de transporte, talvez não em todas as linhas. Temos que estudar”, disse. Para ele, o objetivo da lei é permitir “à prefeitura avaliar o sistema de uma maneira sem amarras”.

Tato reconhece que a função já não existe mais em outros países e o prefeito Hadadd garante que não haverá desemprego e que os cobradores devem ser deslocados para outras funções.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios