Metrô SP

Linha 4 mostra mapa de estações que ainda não operam integralmente

Os mapas da rede metroferroviária que estão nas estações e trens da linha 4 – Amarela, do Metrô ,já mostram a Linha 15 – Prata, com as estações Vila Prudente e Oratório, como se funcionassem normalmente como todas as outras linhas do sistema.

A Linha 15, atualmente, opera somente aos sábados e domingos, em fase de testes, das 10h às 15h. A partir do dia 19/12, funcionará neste mesmo horário porém de segunda a sexta-feira (veja aqui). Muitos usuários, ou turistas, que não estão antenados na programação de funcionamento de linhas, podem se enganar facilmente e ir direto a Vila Prudente esperando conseguir fazer a conexão e ter uma surpresa desagradável.

Estes mapas estão ativos desde o início da semana passada onde, mostram também a estação Fradique Coutinho, da própria linha 4, operando normalmente também. Porém a estação só foi inaugurada neste último sábado e, até sexta, terá seu horário reduzido de funcionamento das 10h às 15h.

Ontem, utilizando a linha 4, muitos usuários estranharam o trem passar direto pela Fradique. “Ué, mas não havia inaugurado? Pelo jeito foi só champagne e já fecharam”, ouvi de um dos usuários. Como podem perceber, nem todos estão antenados a programação de funcionamento e estes mapas podem facilmente gerar problemas.

Resposta da Secretária de Transportes Metropolitanos:

“A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos esclarece que, nos mapas com dimensões maiores e, portanto, de maior custo e tempo de produção e instalação, já são colocadas as informações definitivas, como o trecho operacional entre Oratório e Vila Prudente da Linha 15-Prata. Considerando as etapas de licitação, produção, instalação, além do alto custo, não se justifica produzir um lote desses mapas (cerca de 11 mil) com informações provisórias.

Para atender a esta demanda específica, os mapas menores, em papel, com menor custo, mais fáceis de serem produzidos e distribuídos, recebem essas informações transitórias, com ressalvas (no caso da Linha 15-Prata, uma legenda de rodapé com as inscrições “Visita Controlada”).

A instalação e afixação dos mapas também é uma etapa que demanda tempo. Por isso, pode ser iniciada dias antes de uma inauguração (o que aconteceu com a estação Fradique Coutinho, da Linha 4, por exemplo) e concluída na sequência.

Além disso, as mudanças na rede ou na oferta de serviços são amplamente divulgadas ao público usuário do transporte metropolitano com a emissão de mensagens sonoras nas estações e trens, atuação de empregados na prestação de informações, cartazes afixados nas estações, bem como divulgação nas redes sociais e imprensa. Conforme a necessidade, também é possível a aplicação de pequenos adesivos sobre os mapas existentes, com a indicação de uma nova estação ou de um novo serviço”

Linha-4-Amarela

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios