SPTrans

Sambaíba não cumpriu exigências de contratos, diz TCM

maxresdefault
Os conselheiros do TCM – Tribunal de Contas do Município concluíram por unanimidade que a empresa Sambaíba não cumpriu diversas clausulas do contrato firmado com a prefeitura em 2003. A viação opera na sua maioria linhas da Zona Norte de São Paulo.

O TCM deu um prazo de 30 dias para que a Prefeitura explique os motivos para não exigir da Sambaíba o cumprimento de obrigações, entre elas: comprimento de partidas, realocar mais ônibus em linhas que demandam, além de constar veículos que tenham acessibilidade em todas as linhas.

De acordo com o órgão, a Sambaíba recebeu 215% a mais do que o previsto, mesmo com as irregularidades. O TCM também encaminhou o relatório da auditoria feita pelos técnicos ao Ministério Público Estadual, Controladoria Geral do Município e Câmara Municipal de Vereadores.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios