Greve

Greve no Metrô: Metroviários podem parar nesta quinta (5)

16_big

O sindicato dos Metroviários podem realizar uma paralisação nas 4 linhas operadas pela Companhia no Metrô nesta semana. Após fracassadas as tentativas de conciliação, uma nova audiência está marcada para o dia 4 de junho no TRT, onde haverá outra tentativa de acordo. Os metroviários, porém, disseram que a greve está marcada para a próxima quinta-feira, dia 5 de junho.

Caso ocorra a greve as linhas 1-Azul (Tucuruvi-Jabaquara), 2-Verde (Vila Madalena-Vila Prudente), 3-Vermelha (Palmeiras/Barra Funda-Corinthians/Itaquera) e 5-lilas (Adolfo Pinheiro-Capão Redondo) que atendem a 4,5 milhões passageiros por dia podem parar. A greve não atingiria a linha 4-Amarela (Butantã-Luz), já que o ramal é operado por uma empresa privada, a ViaQuatro.

O Metrô propôs um reajuste de 7,8%, maior que os 5,2% oferecidos inicialmente, no entanto funcionários pedem 35,47% aumento.

Reunião terminou sem acordo

Terminou sem acordo a reunião de conciliação o Sindicato dos Metroviários e a Companhia do Metrô, que ocorreu no TRT – Tribunal Regional do Trabalho, na tarde desta segunda-feira (2). O Metrô manteve o reajuste proposto. Segundo uma nota da Assessoria de Imprensa do TRT – Tribunal Regional do Trabalho, “a reunião foi conduzida pelas magistradas Ivani Contini Bramante e Patrícia Therezinha de Toledo. A convite do TRT-2, também esteve presente o secretário de Estado da Secretaria dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes”

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios