Metrô SP

Metrô mantém contrato de CBTC com a Alstom

Frota-GConforme noticiamos (veja aqui), nesta quinta-feira, 21, o Metrô informaria se iria continuar com o contrato da implantação do CBTC nas linhas do Metrô ou se iria cancelá-lo.  Mesmo com inúmeras falhas e atraso de mais de 3 anos para conclusão da implantação, o Metrô decidiu manter o contrato com a empresa francesa.

O contrato foi assinado na gestão do ex-governador José Serra, em 2008. O sistema era  apontado como uma das soluções para a superlotação do Metrô e deveria ter sido entregue em 2010.  Por conta dos inúmeros problemas e atrasos, o Metrô, neste período, aplicou multas à Alstom que já chegam a R$ 77 milhões e suspendeu os pagamentos há mais de um ano.

O Metrô de Santiago, no Chile, também contratou a Alstom para implementar o CBTC por lá e também está tendo problemas.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios