SPTrans Tecnologia

Bilhete Único de SP terá sistema biométrico

157Para evitar eventuais fraudes no pagamento da passagem, e evitar o crime na sua mais nova variação do bilhete único onde o passageiro vai poder pagar a cota mensalmente, a prefeitura de São Paulo estuda implantar o sistema biométrico. A afirmação foi do próprio secretário municipal de transportes, Jilmar Tatto, em entrevista coletiva nesta semana.

No entanto, a prefeitura ainda não definiu prazos. Na verdade, a notícia já havia sido divulgada no mês de Abril, e voltou a tona agora com o lançamento do bilhete único mensal, previsto para começar a valer no dia 30 de novembro.

A capital paulista não será a primeira a usar este tipo de sistema. A cidade de Fortaleza por exemplo, já possuí o sistema de biometria, só que do tipo facial, onde o sistema identifica se o usuário do cartão é de fato o portador do benefício do BU For.

O sistema de reconhecimento facial já é utilizado em outras cidades para detectar fraudes com cartões de benefícios para idosos e estudantes. Foi implantada uma câmera fotográfica em cada um dos 1.923 ônibus da frota da cidade, mais um software integrado aos validadores. Cerca de um milhão de passageiros utilizam o transporte público em Fortaleza diariamente.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios