CPTM Metrô SP TAV Trem de Carga Trens Regionais

São Paulo pode ter 633,6 Km de redes sobre trilhos em 2020

No ultimo dia 22 de agosto foi realizado o seminário “O futuro do sistema de transporte ferroviário no Estado de São Paulo” no SEESP (Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo. Estiveram presentes o secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, e o presidente da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), Mário Bandeira, que mostraram projetos para o setor no horizonte de 2020.

De acordo com Jurandir Fernandes, os recursos no setor terão uma tendência crescente, podendo chegar a quase R$ 10 bilhões ao final da administração atual. A extensão da rede metrô+CPTM prevista, que em 2011 era de 328,2 km, é alcançar 633,6 km, em 2020, levando em conta que também neste ano a população da RMSP (Região Metropolitana de São Paulo) estimada será de 20.438.643 (hoje é de 19.867.456).

No entanto, o próprio Governo reconhece que a mobilidade da carga e dos passageiros no estado está baixa, dispersa e fragmentada, principalmente na RMSP (Região Metropolitana de São Paulo). O Governo espera também a retomada dos trens regionais, com três projetos iniciais de Jundiaí, Sorocaba e Santos; concretização do ferroanel e implantação do TAV (Trem de Alta Velocidade) Campinas/São Paulo/Rio de Janeiro, a cargo do governo Federal.

Por Renato Lobo

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios