CPTM

Mais do Ferroanel: Obra não deve eliminar todos os trens de carga em SP

O Ministério dos Transportes espera que, até 2014, sairá do papel o projeto de construção do Ferroanel de São Paulo. Os governos estadual e federal já firmaram acordo, que devem assinar nos próximos dias o protocolo da obra, inicialmente avaliada em R$ 1 bilhão, com 66 quilômetros. A ferrovia pode acompanhar o traçado do Trecho Norte do Rodoanel. Um dos benefícios do Ferroanel, é eliminar ao máximo a passagem dos trens de carga que seguem para o interior ou em direção a Santos, no litoral, e usam os trilhos da CPTM trafegando pelo centro da capital paulista.  


No entanto, segundo o professor da Poli Usp, Jaime Vaisman em entrevista a rádio Jovem Pan, não serão eliminados todos os trens de carga, já que algumas empresas que estão dentro da malha da CPTM ainda utilizam os trilhos o transportes de mercadorias. Segundo o professor, o Ferroanel deve reduzir na ordem de 80 a 90% o fluxo de cargueiros na cidade de São Paulo.


Renato Lobo é Técnico em Transporte Sobre Pneus e Transito Urbano.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios