Metrô SP

Novas estações do Metrô possuem design moderno e sustentável. Mas, por que o uso de Lâmpadas Incandescentes?

Foto: Anderson Pires

As novas estações do Metrô são dotadas de design modernos, que impressionam todos os passageiros que passam pelo local, até mesmo aqueles mais apressados. Chama a atenção também os tetos de vidro para a valorização da luz natural, que visa a economia de energia, como na Estação Vila Prudente, Alto de Ipiranga, Pinheiros e Butantã.


No entanto, nosso leitor Anderson Pires, levantou uma questão importante que vai na contra-mão da nova arquitetura das edificações: Utilização de lâmpadas incandescentes nas estações Butantã e Pinheiros.


Sabe-se que as vantagens de uma lampada fluorescente são, a economia de energia (um lampada fluorescente de 20 wats ilumina o mesmo que uma incandescente de 60wats), possui uma iluminação mais próxima do natural e menor aquecimento do ambiente. 


Segundo nosso leitor, não é difícil observar que praticamente em todos os casos seu uso é desnecessário, bem como o uso em excesso das lâmpadas fluorescentes. “O embelezamento das estações não é justificativa para um gasto extra com ilimunação” afirmou Anderson.



Renato Lobo é Técnico em Transporte Sobre Pneus e Transito Urbano.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios