Monotrilho

Linhas de Monotrilhos devem operar por PPP

O presidente do Metrô, Sérgio Avelleda, anunciou que o Metrô pretende conceder a empresas privadas, a operação de duas linhas que vão operar em sistema de monotrilho: a Linha 2 – Verde no trecho entre Vila Prudente e Hospital Cidade Tiradentes, e a linha 17-Ouro, que terá uma estação no aeroporto de Congonhas. Segundo a companhia, a implantação do sistema monotrilho é mais barata, do que o modo convencional.


Segundo Avelleda, o modelo seria uma parceria público-privada (PPP) e seria parecido com a adotada na Linha 4-Amarela, que é administrada pela empresa ViaQuatro. Basicamente, o Governo entra com uma parte do recurso, e a iniciativa privada com outra parte. Após a conclusão a empresa opera a linha por um determinado tempo, cerca de 30 anos, com as regras que valem para todas as outras linhas, como tarifa, horário de operação e etc. A receita arrecadada nas bilheterias, assim como toda a publicidade ficam integralmente com a operadora.



Renato Lobo é Técnico em Transporte Sobre Pneus e Transito Urbano.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!